Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

com a cabeça entre as orelhas

com a cabeça entre as orelhas

07
Jul19

Livre Arbítrio.

53B9EF5C-2D74-4E19-ADA3-246754B91634.jpeg

 

Livre arbítrio. A capacidade que, na essência, nos torna humanos. Temos vindo a abdicar dela porque, a curto prazo, as consequências parecem ser menos difíceis do que aquilo que é inerente à escolha: a responsabilidade. 

Escolher implica uma decisão consciente daquilo pelo qual se opta. Pode correr bem. Pode correr mal. Mas... E se?... Acaba por ser mais fácil assumirmo-nos vítimas das nossas circunstâncias, miseravelmente infelizes nas nossas vidas; culparmos o sistema por tudo aquilo que fazemos sem gostar e por tudo o que gostamos e não fazemos. 

Ainda assim, essa caminhada cega pelo caminho dos outros tem uma escolha nossa, ainda que não consciente: a de abdicarmos da liberdade.

Uns serão mais afortunados que outros. Uns terão mais oportunidades que outros, mais possibilidades de entre as quais escolher. Mas todos temos uma opção. 

Greg McKeown propõe reformular o discurso, passando de um “tenho que” para um “escolho porque”... e o motivo dependerá de cada um de nós, mas só ao identificá-lo é possível discutir alternativas.

Em última instância, a nossa maior responsabilidade é para connosco para que, estando bem, possamos trabalhar no sentido do bem comum. Numa sociedade de valores nem sempre coincidentes com os nossos, abdicar da capacidade de escolha é entregar aos outros a definição da nossa vida. 

 

Tim Ferriss Podcast - Greg McKeown on How to Master Essentialism

 

Tim Ferriss Podcast - Seth Godin on How to Say “No”, Market Like a Professional and Win at Life

 

The world’s worst boss - Seth Godin

That would be you.

Even if you’re not self-employed, your boss is you. You manage your career, your day, your responses. You manage how you sell your services and your education and the way you talk to yourself.

Odds are, you’re doing it poorly.

(...)

29
Abr19

Um mês.

08B420B5-4765-473F-9963-826FF5AD6D99.jpeg

 

Um mês.

Começou com a minha necessidade de desabafar tudo aquilo que não tinha escape possível devido à “cortina de silêncio” - é tão mais fácil vir espreitar o que é escrito, em vez de dar a cara a uma conversa.

De qualquer forma, grande parte dos problemas de comunicação estão no facto de cada um de nós ouvir só o suficiente para responder. Não há uma escuta activa, mas antes uma escuta defensiva/ofensiva. Há que proteger o forte, o nosso ego, e como tal, ouve-se apenas parte do que é dito enquanto se preparam batalhões de palavras em fileiras de frases prontas a atacar o outro, em nome da auto-preservação. Isso não é diálogo. 

No entretanto, tornou-se o meu ponto de encontro comigo. A minha reflexão diária ou, simplesmente, o meu tempo de catarse. Publicar teve tão somente a intenção de me responsabilizar a manter o hábito. Teve também a intenção de me fazer escrever, ainda que nada concreto em determinados dias.

Depois de ouvir vários podcasts, entre minimalismo, essencialismo ou mudança de hábitos, percebi que parte importante do processo da mudança de hábitos era a persistência; era fazer, o que quer que fosse que se tenta mudar, diariamente. E, também, fazê-lo sem ser de forma exagerada que me levasse a um tratado no primeiro dia, para desistir completamente ao terceiro. 

Ouvindo a entrevista com Greg McKeown, decidi-me a empregar a técnica dos limites possíveis: no mínimo 3 parágrafos por dia, no máximo 5. Agora há dias em que são mais do que 5, mas nunca serão menos de 3. Isso enquanto me fizer sentido e adicione valor à minha vida. Para subtracções chegam as que eu faço intencionalmente à casa.

Um mês. Quanto a ti, não sei. Que hábitos queres mudar? Do que me foi dado a conhecer... nenhum.

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D